Psicanálise e Literatura: família, parentalidade e parceiras sintomáticas

Galerias de ancestrais e seus descendentes, bem como retratos de família atravessam o campo da psicanálise, desde as suas formulações teóricas e a transmissão do saber psicanalítico até os seus dispositivos clínicos: analisante, analista, etc. Interessa-nos verificar se e, caso afirmativo, como as novas estruturas elementares de parentesco apresentam-se nos contextos clínicos e teóricos da psicanálise e se a literatura teria a contribuir nessa discussão.

15 Março de 2014: Segredos de família: Christine Angot, o incesto, o silêncio

12 Abril de 2014: Famílias recompostas: André Gide, “Famílias, eu vos odeio”?

10 Maio de 2014: Famílias inventadas: Marie-Helene Brousse e a parentalidade

07 Junho de 2014: Assuntos de família: J.-Alain Miller e as parcerias sintomáticas

23 agosto de 2014: Segredos (revelados) de família: Hamlet por Lacan

20 setembro de 2014: Assuntos de família: Jean Genet e as mitologias do bordel

18 outubro de 2014: Álbuns de família: Franz Kafka, o noivo eterno

06 dezembro de 2014: Retratos de família na literatura de testemunho

Coordenação: Márcia Rosa (UFMG)

OBS. Este curso de atualização, no formato de seminários, acontece na sede da Escola Brasileira de Psicanálise-MG.

Em andamento desde março 2014

Aberto ao público, conta com a participação de alunos da graduação e pós-graduação da psicologia, mas também de profissionais da área da saúde mental, das letras, da psicanálise, etc.

Anúncios