Artes Plásticas

Em seu seminário sobre a ética da psicanálise, Lacan retomou, com São João, a ideia do comer o livro! O que dará o livro, quando tiver sido totalmente comido? Frente à pergunta, impossível não evocarmos o Manifesto Antropófago de Oswaldo de Andrade com o seu “Tupi, or not tupi …”. Inspirada e inspiradora da Semana da Arte Moderna dos anos 20, Tarsila do Amaral recebeu uma homenagem no trabalho de Erly Ricci, que reúne duas de suas telas, Família e Segunda Classe, transformando as suas cores sombrias em uma ilustração vibrante e colorida, um excerto da qual abre o nosso Blog.

Parceria:
Olívia Loureiro Viana (Artista Plástica [UEMG/UFMG] com trabalhos na conexão entre Artes, Psicanálise e Psicologia)

Anúncios